sábado, 20 de setembro de 2008

Falar de amor

Eis me aqui
Falando de amor,
quando estou só

Eis me aqui
Falando de amor,
e olhando para meu umbigo

Eis me aqui
Falando de amor e
esquecendo de dizer bom dia!

Eis me aqui
Falando de amor e
Repassando uma situação, a outrem, que eu "acho" que vi

Eis me aqui
Falando de amor e
reclamando do café

Eis me aqui
Falando de amor
Lamuriando-me do almoço a fazer

Eis me aqui
Falando de amor e
Gritando com os filhos

Eis me aqui
Falando de amor e
Virando de lado, sem ao menos dizer durma bem.

Eis me aqui
Falando de amor e
Horrorizando-me com o aumento do número de moradores de rua

Eis me aqui
Falando de amor
e votando no mesmo partido

Eis me aqui
Falando de amor
e não estendendo a mão
e não sorrindo
e não ajudando
e não entendendo
e não confortando
e não cedendo
e não construindo
e não criando
e não crendo
e não crescendo
e não vivendo
e não lendo
e não escrevendo
e não entendendo

que somos apenas homens...
com muita, mais muita mesmo, necessidade de sermos amados, porque não sabemos amar.

2 comentários:

Jorge Cardoso disse...

Suzana eis-me aqui falando da tua capacidade de olhar para o que somos, as caras que vestimos e as luzes que apagamos!

Claro que gostei querida, ainda vamos ser grandes amigos virtuais...

eis-me aqui vendo o teu sorriso!!!

beijinho...

Jorge Cardoso disse...

gostei muito dessa página, tanto que ei-me aqui sorrindo nas tuas palavras...

beijo